A verdadeira liberdade

Por Despertai

Saiba o que significa ser dotado da liberdade de Deus

Não há nada tão mal compreendido do que a liberdade. Todo mundo pensa que ser livre é ter o direito de se fazer o que quer, sem se importar com as consequências que podem surgir de atos insanos. Tudo bem que as pessoas comuns pensem assim. O deus dessa gente é o ventre, dizia Paulo. Para nós, que somos o Povo de Deus, precisamos entender com clareza, o que é a perfeita liberdade.

Ao falar da liberdade, o Apóstolo afirmou que o Senhor é espírito, quer dizer, manifesta-se nos atos e pensamentos dos crentes, sejam cristãos ou judeus. Por isso, convém a nós, que andamos nos passos do Cristo, vigiar nossa conduta para não sermos surpreendidos quando chegar aquele dia. Qual dia? O do juízo, que virá como o ladrão, sem que ninguém o espere.

Não é possível a quem escolheu o Senhor ter a mesma liberdade que as pessoas comuns. Elas não têm compromisso com as Escrituras, não temem o Senhor, nem compreendem as promessas. Nós, os filhos de Altíssimo, somos diferentes. Temos esperança em Deus porque fomos gerados quando Ele deu origem ao Universo. Nosso nome está no Livro da Vida e por essa razão, a figura do Cristo nos impressiona tão fortemente. Ele veio para nos encontrar, salvar e glorificar. Jesus veio para as ovelhas perdidas da Casa de Israel, almas espalhadas no mundo, que precisavam ser encontradas, antes que viesse o fim de todas as coisas. Confiemos no Senhor, que nos salvou das mentiras do diabo; que nos tirou das trevas para a luz eterna; que nos deu entendimento dos mistérios da vida invisível. Somos eternos e precisamos viver como deuses, no meio de uma geração corrompida por mentiras, prostituição, soberba e demais males do materialismo.

Paulo dizia, ainda, que onde está o espírito do Senhor, aí há liberdade. Significa que Deus é a liberdade perfeita, quer dizer, seremos livres se observarmos a lei maior, confirmada nas passagens bíblicas: amar a Deus e ao próximo. Desse mandamento dependem as leis e os profetas. Quem rouba, não ama. Quem adultera, não ama. Quem mata, não ama. Quem tem inveja, não ama. Quem mente, não ama. Quem põe Deus em segundo lugar, não ama. Obedecer a Deus é viver a lei do amor, revelada a judeus e cristãos. Precisamos compreender com a mente e com o coração, o alcance de uma vida em amor.

A felicidade depende do amor que se dedica a Deus e ao próximo. O mundo está cheio de almas enfermas, que amam somente a si mesmas. As igrejas estão cheias de crentes preocupados consigo mesmos e com a própria felicidade. Tudo isso é obra mentirosa do maligno. Os pastores deveriam ensinar que não há vida sem amor. O homem não precisa gostar de si mesmos. Desde o nascimento não faz outra coisa. É necessário preocupar-se com o próximo e na felicidade que, como filhos do Altíssimo, podemos proporcionar aos que nos cercam. Faça o bem aos outros e descubra o caminho da verdadeira felicidade. Com o Cristo você será livre dos males desse mundo para sempre. Amém!